• Vinho Leyda Reserva Syrah

Vinho Leyda Reserva Syrah

  • Marca: Leyda
  • Modelo: GC0105A15
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$95,00


  • Compre 3 ou mais, pague R$89,00 por produto

Simulador de Frete

Mais sobre o Vinho Leyda Reserva Syrah

  • PRODUTOR - Vina Leyda, Fundada em 1998, a vinícola foi pioneira na vitivinicultura no vale do Leyda. Interessados no microclima da região, os criadores construíram uma tubulação que desviou parte do fluxo do rio Maipo por oito quilômetros, o que viabilizou o cultivo de uvas de qualidade. O sucesso foi tanto que, anos depois, outras vinícolas se instalaram no Vale do Leyda, que tornou-se uma denominação de origem em 2002 e já se transformou em uma das mais promissoras para o plantio de uvas brancas.
  • TIPO DE UVA - Syrah
  • REGIÃO PRODUTORA  - Vale do Leyda
  • PAÍS - Chile
  • SAFRA - 2018/19
  • VOLUME - 750ml
  • DEGUSTAÇÃO - Vinho Leyda Reserva Vermelho rubi intenso com tons violáceos. Exibe nuances radiantes de frutas vermelhas maduras, pimenta-rosa, pimenta-do-reino- branca, anis e carvalho. Na boca, morango, cereja, framboesa e amora
  • AMADURECIMENTO - Vinho Leyda Reserva 8 a 9 meses em barril de carvalho

Outras informações do Vinho Leyda Reserva Syrah

  • DESTAQUE Vinho Leyda Reserva 
  • ACOMPANHAMENTO - Arroz carreteiro, linguiça na brasa, escondidinho de carne seca, bruschettas e pizzas variadas
  • INFORMAÇÕES - Vinho Leyda Reserva No Vale de Leyda, a uva Syrah atinge um nível de equilíbrio admirável, dando vida a tintos de extrema elegância e sabores especiados como neste vinho, que exibe nuances radiantes de frutas vermelhas maduras, pimenta-rosa, pimenta-do-reino- branca, anis e carvalho. Em boca é mineral, concentrado e fresco, daqueles vinhos harmônicos que você pode tomar uma, duas, três taças sem cansar. Originária da França, a uva tinta Syrah é vastamente cultivada na região do Rhône, onde produz vinhos estruturados, perfumados e de bom envelhecimento. No Chile, em vales mais quentes, ela se torna mais condimentada e volumosa.

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.